Gases Nobres

Tabela Periódica - Gases Nobres
Gases Nobres ou Gases Raros são elementos químicos do grupo 18 (grupo 0 ou 8A) da Tabela Periódica. Os Gases Nobres têm como característica a dificuldade de combinar com outros átomos, já que são pouco reativos (baixa reatividade).

A primeira evidência de que os Gases Nobres existiam foi através de análise espectrográfica da luz solar. A partir dai foi descoberta a presença de gás hélio no sol.

No grupo dos Gases Nobres estão presentes os elementos: hélio (He), neônio (Ne), argônio (Ar), criptônio (kr), xenônio (Xe), radônio (Rn) e ununóctio (Uuo). Esses gases existem em grande quantidade na atmosfera da Terra.


Os Gases Nobres apresentam baixos pontos de fusão e ebulição, já que possuem forças de atração interatômicas muito fracas. Por conta disso, mesmo os que apresentam átomos mais pesados, em condições normais, são gasosos. Também não formam facilmente compostos químicos porque todos os gases possuem orbitais dos níveis de energia exteriores completos com elétrons.

Apesar da dificuldade, os Gases Nobres podem formar compostos com outros metais. À medida que os átomos dos Gases Nobres crescem na extensão da série tornam-se ligeiramente mais reativos, então pode-se induzir o xenônio a formar compostos com o flúor, por exemplo.

Na tabela periódica, abaixo do elemento químico radônio, existe um espaço vazio. Isto significa que, teoricamente, pode existir um outro gás nobre. Este gás nobre ainda não descoberto tem sido nomeado temporariamente como Ununoctium.